sexta-feira, 4 de março de 2011

Resenha "O Símbolo Perdido"

Antes de começar a resenha do livro "O Símbolo Perdido", preciso me desculpar com vocês. Fiquei essa semana inteira sem postar aqui no blog, mas tenho motivos. Terça-feira eu tive uma suspeita de apendicite, mas felizmente, era apenas uma dor muscular. Quarta-feira tive prova de Língua Portuguesa que eu acho que fui bem!. Ontem eu peguei uma gripe e hoje fiquei de repouso o dia todo, com o olho esquerdo lacrimejando. Enfim, não foi uma semana fácil.
Agora vamos ao que interessa...
O Símbolo Perdido - Dan Brown



Depois de ter lido "O Código da Vinci" e "Anjos e Demônios", fiquei um pouco decepcionada com este livro. A fórmula se repetiu mais uma vez e na maioria das partes do livro, eu sabia o que viria em seguida.
Apesar de gostar de Robert Langdon, não aguento mais vê-lo em suas missões com mulheres sempre lindas, espertas e que no final acabam tendo uma paixonite por ele. Em "Anjos e Demônios" a moça da vez foi Vittoria Vetra, já em "O Código da Vinci" a escolhida foi Sophie Neveu. Obviamente que "O Símbolo Perdido" tem sua representante: Katherine Solomon.
Abordando novamente as organizações secretas e a possível imortalidade de Robert. Sério ele não morre nunca! este terceiro me pareceu mais uma tentativa de lucrar com a série, do que realmente um grande livro. Em comparação aos outros livros do autor, "O Símbolo Perdido" me pareceu bem parado.
Para começar, as tramas de Katherine e Robert só se cruzam perto do final do livro, o que torna tudo muito impessoal. Algo que também me incomoda é o fato de que sempre os livros de Dan Brown (só li, os três mencionados acima) se passam em algumas horas, mas realmente não me convence que tantos eventos podem acontecer tão rapidamente.
Com um final que me desapontou, "O Símbolo Perdido" recebeu a nota:

8,5

Beijinhos, StarGirlie.

3 comentários:

  1. Também senti algumas dessas coisas. Na minha opinião, foi o pior dos três.

    Eu até que achei a história um pouco diferente, e como sou apaixonada por maçonaria (não, não é só por causa dos livros de Dan Brown), acabei gostando.

    Claro que saquei no primeiro capítulo quem era o vilão. Mas como sou apaixonada por Robert Langdon, adorei a história. Só gostaria que ele escolhesse uma parceira e parasse de se apaixonar por todas que aparecem.

    Gostei da resenha, só acho que devia falar um pouco mais da história... ok, minhas resenhas são quase sinopses, o minha opinião é posta assim: amei ou odiei. Haha.

    Beijinhos, Babi

    ResponderExcluir
  2. Eu não gosto de falar da história propriamente dita, pois acho que estraga um pouco da surpresa. Já teve vezes que eu estava super ansiosa, e ao ler a resenha, perdi toda a alegria. Beijinhos, StarGirlie.

    ResponderExcluir
  3. Oi adorei.. muito obrigado, me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

    ResponderExcluir

Escrever é expor seus pensamentos...
Coloque um comentário e venha se aventurar também!