quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Vidrada

Eu estava tão impressionada com você,
Queria ficar só contigo,
Vidrada no que não podia ter.

Fiquei assim durante dias,
Como se nada mais importasse,
Chorei noites a fio,
Para que comigo você ficasse.

Tão ingênua eu, sem perceber,
Havia mais vida,
Mais vida esperando para ser vivida,
Vida que eu esqueci de viver.

Foi então que eu vi,
A questão não era você ou eu,
E sim ele.

Ele que me apoiou,
Ele que esteve comigo quando por ti chorei,
Ele que nunca desistiu.

E agora, quem é mesmo você?
Alguém no passado,
Enquanto ele, estará sempre guardado.

No presente,
No futuro,
No meu coração.

By Babi

3 comentários:

  1. As vezes, por eu falar 'dele' na sua presença, o machucava, mas ele sabia, assim como eu, que, até hoje, estamos sofrendo por coisas que talvez nunca teremos...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Escrever é expor seus pensamentos...
Coloque um comentário e venha se aventurar também!