terça-feira, 3 de maio de 2011

3º Capítulo de Fofoqueira Fina 2

                Aulas, aulas e aulas. Aquele tormento nunca acabava. Era só o primeiro dia de aula e Monica já estava louca para sair da sala. Mas ela tinha motivo. Queria ver Daniel o quanto antes. E para isso o intervalo tinha que começar.
                Desde que Gabriel entrara na turma, há pouco tempo, o clima havia mudado completamente. Luna tinha um sorriso magnífico no rosto, Julie e Hevangeline se remexiam constantemente na cadeira, e Bella ria a cada segundo. Todas estavam histéricas. Exceto Monica.
                Para ela, este novo aluno era como qualquer outro. Sua atenção estava voltada apenas à seu namorado. Daniel era seu amor e ninguém mais.
                Enquanto Monica se distraía contando os minutos para o fim das primeiras aulas, Luna tentava de toda forma se aproximar de Gabriel. Ele sentara do outro lado de Mon, o que impedia que ela fizesse algo mais direto. Além disso, havia Erik.
                Erik nesse tempo todo estava tentando não se magoar. Ver sua namorada tão encantada pelo novo aluno era uma punhalada no coração. Ele não era do tipo de menino que chorava, mas foi preciso de muita calma para que as lágrimas não caíssem. As coisas mudavam muito rapidamente naquela escola.
                O sinal bateu. Monica se levantou apressada, porém, Julie segurou seu braço a impedindo de sair.
                -Ju, eu preciso ir! Você sabe que eu quero encontrar…
                -Eu sei. Só que você se esqueceu da Bella, por acaso? – sua voz não era nem um pouco repreensiva, ela parecia entender as atitudes da garota.
                -Ela está apaixonada pelo meu namorado. Uma verdadeira amiga nunca faria isso – os olhos de Monica brilharam de ciúmes. Permitir que sua amiga ficasse de olho em Daniel era inaceitável.
                Julie, percebendo que não havia como impedir o rumo que tudo tomara, soltou seu braço. Bastou um segundo para que Mon sumisse na multidão. Só que havia um pequeno detalhe. Ela não estava apenas indo procurar Daniel, mas estava fugindo de alguém.
                Esgueirando-se entre as pessoas, Monica entrou no pátio central. Porém, o choque fez com que ela parasse. Daniel estava sentado em um dos bancos, enquanto uma garota de cabelo preto o abraçava. Seu rosto estava abaixado como se sentisse vergonha. Ele não viu sua namorada. Ou fingiu não ver.
                Naquele momento a “princesinha” só queria chorar, colocar todo seu sofrimento para fora, mas ela tinha que ser forte, agir como se não ligasse. Sendo assim, Monica caminhou na direção de seu amigo David. Chegando perto o suficiente, a garota fingiu que ia cair e se apoiou nele, dando um gritinho de susto para chamar a atenção. Daniel, desta vez, viu tudo.
                O que se deu em seguida mudaria a história de amor daqueles dois. David, preocupado com sua amada, envolveu-a com os braços. Bella, que assistia a tudo, sorriu vitoriosa. Daniel permaneceu sentado, com a garota o abraçando. Porém, seus olhos nutriam um ódio irreparável. O coração dele estava tão quebrado quanto o de sua namorada.
                Um grito quebrou todo o clima de ciúmes em que o casal estava. Era feminino:
                -Parem! Agora! Parem!
                -Ai, não. Luna – Monica disse desesperada. Soltando-se do abraço de seu amigo, ela correu até o local de onde vinha o som. Daniel e Julie a acompanharam.
                Chegando aos fundos da escola e entrando numa sala escura, os três se depararam com uma cena deplorável. Luna estava tentando separar uma briga violenta entre Erik e Gabriel. Sangue pingava do nariz do segundo. O primeiro tinha um corte profundo no pescoço.
                Daniel conseguiu conter os dois, sem precisar da ajuda de nenhuma das meninas. Ele sabia o que era ser cavalheiro. E este era um dos motivos para Monica ter ficado tão chateada com sua “traição”.
                Naquele momento de silêncio em que Daniel e Monica se observavam, Julie ajudava Gabriel, e Luna cuidava de Erik, uma mensagem minha brilhou no telefone de todos:
                “Corram para um lugar público! Agora! – Fofoqueira Fina”
                Nenhum deles se mexeu. Tinham a impressão que minha ajuda só atrapalhava tudo. Mas estavam enganados. Se não fosse por mim, Monica teria sido queimada viva no ano passado. Eu era boa, mas possuía um jeito próprio de demonstrar. Essas mensagens conselheiras faziam parte disso.
                Passos foram ouvidos. Uma porta foi fechada. A mesma que levava de volta aos locais permitidos aos alunos. Eles estavam encurralados. Três pessoas surgiram na frente do grupo. Uma delas era a garota que agarrara Daniel. Agora, vendo-a de frente, todos podiam reconhecê-la.
                -É bom rever vocês um momento antes de suas mortes – a voz aguda de Jane se tornava maléfica num local fechado como aquele.
                Depois do choque dos primeiros segundos, Monica teve a chance de prestar atenção às outras pessoas. Uma delas era o repugnante Spencer, como ela já esperava. A outra era ninguém mais, ninguém menos do que…
                -Natalie – pronunciou Luna com a voz rouca.
                -Acharam que tínhamos desaparecido tão facilmente? Agora eu voltei e de visual novo. Não é sempre bom renovar? – a falsidade com que ela pronunciava aquelas palavras mostrava como tudo era parte de um plano. Agora só restava saber quem estava participando. Teria Gabriel contribuído, ou talvez Daniel? Julie? Ou até mesmo Bella e David?
                Os celulares tocaram, a nova mensagem era clara e simples. Como uma despedida.
                “Não, M! Não desconfie de D! Aquele abraço pode ter sido a tentativa de te salvar, mas parece que seu ciúme a colocou na forca. Como também à E e G. O amor é tão lindo, mas pode matar. Será que ainda não aprenderam isso? Infelizmente, agora é a hora de J, N e S ensinarem isso a vocês – Fofoqueira Fina”
                -Como eu senti falta de participar dessas mensagens – disse Natalie rindo. Sua risada ecoou pelo cômodo, seu cabelo castanho recém-pintado foi balançado. Um arrepio percorreu o corpo de Monica e de uma forma surpreendente, ela foi abraçada.
                -Desculpe-me – foram as palavras de Daniel naquele doce abraçado, que podia ser o último.
                Escrito por StarGirlie.

3 comentários:

  1. Nossa! é só o que consigo dizer. :O

    ResponderExcluir
  2. Nuss...Fofoqueira Fina voltou com tudo, em!? Nossa, estou amando!!:0 Acho que a outra pessoa, e a Profª nova... Ammmm.. Será?! Am, interessante. Bella me parece má, mas acho que tem um bom coração. Pelo menos, é isso que acho. Será Mônica, a princesinha?!Nuss...Beijinhooos,Cáah!

    ResponderExcluir
  3. Tá demAAia,
    confessamos qee na primeira temporada nau estvamos ligada tanto a fofoqueira fina
    mas ontem começamos a ler e ta demaais conquistaram mais duas faaas! hasuhuhuas
    Beijooos Vivi e Viviane!

    ResponderExcluir

Escrever é expor seus pensamentos...
Coloque um comentário e venha se aventurar também!